Ateliê Sagitário

Scrap Origem e Evolução

Scrapbook- Origem e Evolução

Scrapbook

Consiste do resultado final da arte do scrapbooking. Apresenta-se como uma técnica para reunir em um livro ou álbum, fotos e recordações de maneira criativa, que expresse os gostos, idéias e personalidade de quem os cria. Por recordações, entende-se todo e qualquer material que tenha significado pessoal e possa ser anexado à um livro ou álbum.
Já a parte de “decoração” pode ser feita de diversos materiais: folhas de scrap, papel de carta, adesivos, fitas, flores artificiais e qualquer outro material que se adeque.

Origem

Sua origem remonta do século XV quando os commonplace books tornaram-se populares, principalmente na Inglaterra, como uma forma de compilar informações como receitas, citações, cartas, poemas, entre outros. Cada um desses livros era único, refletindo os interesses e particularidades de quem os criou.

Commonplace Book

Commonplace Book do século XVII

No século seguinte, os friendship albums tornaram-se populares sendo usados basicamente como os atuais yearbooks (livros de recordações do ano letivo, tipicamente utilizados em países de língua inglesa).

friendship albums

Friendship Album

Em 1775, James Granger publicou um livro sobre a história da Inglaterra, entitulado Biographical History of England, from Egbert The Great to the Revolution, em que várias páginas ao final do mesmo foram propositalmente deixadas em branco para que o leitor pudesse decorá-la/preenchê-la com suas recordações. A partir deste acontecimento, o costume de fazer este tipo de modificações/acréscimos à livros e álbuns, tornou-se conhecido como extra-illustrating ou grangerazing (em alusão óbvia à James Granger).

A Biographical History of England Egbert the Great

Com a invenção da fotografia, em 1826, esta foi rapidamente incorporada aos álbuns de scrapbook da época; tornando a técnica mais próxima de nossa atual.

scrapbook

Evolução

Atualmente esta técnica encontra-se aprimorada e expandida, sendo usada também para confecção de outras peças que não álbuns e livros: calendários, porta-retratos, agendas, marcadores de livro, cartões, convites e muitos outros são facilmente encontrados à venda.
Além, é claro, do surgimento de ramificações do scrapbook: scrap-festa, scrap decor, scrap mixed media.

Leave a Reply